Última hora

Última hora

The Boxer Rebellion no A38 em Budapeste

Em leitura:

The Boxer Rebellion no A38 em Budapeste

The Boxer Rebellion no A38 em Budapeste
Tamanho do texto Aa Aa

Os The Boxer Rebellion tocaram pela primeira vez em Budapeste no A38. O antigo navio ucraniano é hoje uma das salas de concerto mais badaladas da capital húngara. Os bilhetes para o concerto esgotaram rapidamente. Mas a banda anglo-americana de indie rock encara o sucesso com modéstia.

“Foi algo inesperado, não estávamos à espera de tanta gente. Normalmente quando tocamos num sítio onde nunca estivemos antes fico sempre surpreendido quando vejo mais de dez pessoas”, afirmou o vocalista Nathan Nicholson.

Os Boxer Rebellion formaram-se em Londres em 2001. Em treze anos de carreira lançaram quatro álbuns de estúdio.

“Somos como uma família. Não é como um emprego em que os colegas trabalham juntos podendo ou não ser amigos e sair depois do trabalho. Nós estamos sempre juntos mesmo quando não estamos a fazer música”, acrescentou o vocalista.

A banda promove o último álbum, “Promisse”, lançado em 2013. O próximo trabalho deverá sair em 2015.

“Tentamos fazer música ao nosso gosto, música de que gostamos de ouvir. Queremos continuar a tocar concertos ao vivo. Temos de pensar que depois da saída do álbum, teremos de continuar a tocar e a interessar-nos pelos concertos”, disse Nathan Nicholson.

Depois de Budapeste, os The Boxer Rebellion têm vários concertos previstos na Alemanha e na Holanda.

Mais sobre le mag