A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Paradas "gay" na Argentina e no Chile

Paradas "gay" na Argentina e no Chile
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Sábado foi dia de paradas “gay” em vários pontos da América Latina.

Em Buenos Aires, centenas de pessoas juntaram-se para pedir igualdade nos direitos e um maior laicismo na legislação.

A Argentina foi o primeiro país na América Latina e um dos primeiros no mundo a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

No Chile, foram vários milhares os que participaram no desfile na capital, Santiago. O casamento homossexual ainda não é permitido no país, ao contrário de outros países da região, como o Brasil, a Argentina e o Uruguai.

O Senado aprovou uma lei para reconhecer e dar direitos legais às uniões de facto entre pessoas do mesmo sexo, mas a legislação vai ainda ser votada pela Assembleia.