Última hora
This content is not available in your region

Nova greve na Amazon, desta vez em França

Nova greve na Amazon, desta vez em França
Tamanho do texto Aa Aa

Depois da Alemanha, é a vez da França. Os funcionários da Amazon entram em greve.

O sindicato CGT convocou uma paralização para esta segunda-feira em quatro centros de distribuição do grupo norte-americano de venda online, pondo em risco a entrega das encomendas a tempo do Natal.

Os empregados gauleses exigem um aumento dos salários e melhores condições de trabalho. Um sindicalista revela que, em média, um funcionário da Amazon caminha 22 quilómetros por dia e que metade dos 4700 empregados tem contratos temporários.

Nos últimos dias, os funcionários da Amazon em França terão visto um aumento do trabalho, devido à greve de vários dias na Alemanha. As reivindicações são as mesmas nos dois países.