Última hora
This content is not available in your region

Banco Central do Japão baixa estimativa de inflação

Banco Central do Japão baixa estimativa de inflação
Tamanho do texto Aa Aa

No Japão, o programa de estímulos não está a surtir os efeitos desejados.

Na reunião mensal, o Banco Central nipónico baixou a estimativa de inflação. Para este ano, espera uma taxa de 1%, menos sete décimas face à estimativa de há três meses.

A queda dos preços do petróleo complicou o objetivo do programa de estímulos económicos e de reformas estruturais. A política designada “Abenomics”, em vigor há dois anos, previa relançar a economia e atingir uma inflação para 2%, após duas décadas de deflação.

O Banco Central está a injectar o equivalente a 550 mil milhões de euros por ano na economia, mas esta caiu em recessão no terceiro trimestre. Alguns analistas estimam que vão ser necessárias mais medidas.

Por agora, o banco central prolongou por um ano as medidas a favor dos bancos, para incentivar o crédito à economia real.

Com o comunicado do banco central, a bolsa de Tóquio fechou em queda ligeira e a divisa nipónica valorizou face ao dólar.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.