Última hora
This content is not available in your region

Morte do rei da Arábia Saudita agita mercado petrolífero

Morte do rei da Arábia Saudita agita mercado petrolífero
Tamanho do texto Aa Aa

O anúncio da morte do rei Abdullah da Arábia Saudita provocou uma subida do preço do petróleo. O barril chegou a subir 2,6% em Londres e mais de 3% em Nova Iorque.

O mercado acabaria por recuar, com as palavras do novo monarca. O rei Salmam bin Abdulaziz revelou que pretende seguir a política do seu meio-irmão e manteve no cargo o ministro do Petróleo.

Em novembro, Ali Al-Naimi impôs a manutenção da produção na reunião da OPEP, o que acelerou a queda dos preços.

Só esta semana, o preço do barril de crude recuou 3,1%. Desde junho, o barril de Brent desvalorizou mais de 60 por cento.