Última hora
This content is not available in your region

Avião "solar impulse" face às primeiras nuvens negras na China

Avião "solar impulse" face às primeiras nuvens negras na China
Tamanho do texto Aa Aa

O avião mais ecológico do mundo encontra as primeiras nuvens negras, na China, na quinta escala da sua volta ao mundo.

O “solar impulse 2” aterrou esta noite na cidade de Chongqing, ao final de uma viagem de 22 horas e mais de 1300 km, iniciada em Mandalay, no Myanmar.

Mas o mau tempo obrigou o aparelho, movido apenas a energia solar, a adiar a partida para Nanjing, a segunda e última escala em território chinês, antes do aparelho dirigir-se para território norte-americano.

Na próxima etapa, o piloto suiço Bertrand Piccard, vai passar os comandos a André Borschberg, o segundo homem do périplo aéreo de mais de 35 mil quilómetros em cinco meses.

Equipado com 17 mil placas solares, o “solar impulse” descolou no início de março de Abu Dabi para uma volta ao mundo destinada antes de mais a promover as energias renováveis.

Uma mensagem importante na China, o país que detém o recorde mundial de emissão de gases poluentes.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.