A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ex-diretor do FMI Rodrigo Rato libertado mas supeito de fraude

Ex-diretor do FMI Rodrigo Rato libertado mas supeito de fraude
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Rodrigo Rato já foi libertado. O ex-ministro espanhol das Finanças e ex-chefe do FMI fora detido quinta-feira, na própria casa, em Madrid.

Suspeito de fraude, branqueamento de capitais e ocultação de bens, o também ex-vice-primeiro-ministro de José Maria Aznar viu o seu domicílio passado a pente fino pelas autoridades, que analisam agora computadores e documentos apreendidos na casa do também ex-presidente do banco Bankia.

A detenção de Rato surge depois de se saber que o ex-político foi uma das pessoas a beneficiar da chamada amnistia fiscal do executivo do também conservador Mariano Rajoy.