A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Lucros da Nokia afundam 61% no primeiro trimestre

Lucros da Nokia afundam 61% no primeiro trimestre
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As contas da Nokia desiludem.

No primeiro trimestre, a empresa finlandesa viu os lucros recuarem 61%, em termos anuais. Registou uma queda das vendas de software, enfrenta a dura concorrência asiática e teve elevados custos na área de desenvolvimento.

O patrão da Nokia, Rajeeev Suri, reconhece que o contexto é difícil, mas defendeu a proposta de compra da Alcatel-Lucent, para se fortalecer.

No ano passado, a empresa finlandesa vendeu a divisão de telemóveis à Microsoft para se concentrar na divisão de infraestruturas de rede de telecomunicações.

É nessa perspetiva que colocou na mesa 15,6 mil milhões de euros pela Alcatel-Lucent. Mas um dos acionistas da empresa franco-americana considera a proposta inaceitável.

Com a presentação dos resultados, as ações da Nokia estiveram em forte queda, arrastando consigo as da Alcatel-Lucent.