A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Arábia Saudita reestrutura ARAMCO

Arábia Saudita reestrutura ARAMCO
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Arábia Saudita reestrutura a companhia petrolífera pública ARAMCO, a maior do mundo em termos de produção e exportação de crude.

A ARAMCO sai da alçada do Ministério do Petróleo e será gerida por um novo conselho supremo de dez membros liderado pelo príncipe Mohammed ben Salman Al Saoud. O filho do rei Salman, segundo na linha de sucessão, é também ministro da Defesa, presidente do Tribunal real e Conselheiro especial dos Gardeães das Mesquitas.

A reestruturação do gigante petrolífero foi aprovada pelo Conselho Económico Supremo, que substituiu o antigo Conselho Supremo do Petróleo que geria a política petrolífera do maior exportador mundial de crude.