Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

TAP já tem novo dono

TAP já tem novo dono
Tamanho do texto Aa Aa

O Governo português escolheu o consórcio Gateway, liderado pela brasileira Azul em parceria com a empresa portuguesa Barraqueiro, como vencedor do processo de privatização da companhia aérea. O valor da oferta pode chegar aos 488 milhões de euros. O Estado encaixa 10 milhões no imediato com a venda de 61% das ações.

A Azul pertence a David Neeleman, empresário norte-americano com nacionalidade brasileira. Neeleman parece apostado em desenvolver a operação no Brasil e investir no mercado dos Estados Unidos, com 53 novos aviões.

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, revelou que os novos donos da TAP só garantem a sede em Portugal e as rotas estratégicas por dez anos. Já quanto à preservação do hub, o compromisso é que esteja assegurado por pelo menos 30 anos. No caderno de encargos da privatização, não estava definido um prazo para a manutenção destas garantias.

Sérgio Monteiro disse ainda que o consórcio vai manter os atuais acordos de empresa, bem como outros entendimentos firmados com os trabalhadores, o que impedirá o dono da TAP de avançar com despedimentos coletivos enquanto o Estado for acionista da empresa ou, no mínimo, por um período de 30 meses.

A oferta do consórcio Gateway deixou pelo caminho a proposta de Germán Efromovich, que já há três anos tinha tentado comprar a companhia.

“O Conselho de Ministros terá dado um contributo importante para que o HUB de Lisboa se possa consolidar, para que todos os serviços, com o Turismo em primeiro lugar, possam beneficiar de previsibilidade e de condições de acessibilidade”, afirmou o primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, num primeiro comentário à decisão.