A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Aplicação dá endereço exato de casas nas favelas do Brasil

Aplicação dá endereço exato de casas nas favelas do Brasil
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A falta de endereços exatos na Rocinha, a maior favela do Brasil, dificulta atividades tão simples quanto entregar uma encomenda.

Há vários casos, mesmo no mundo desenvolvido, onde o sistema de endereços não funciona bem.

Para resolver o problema uma empresa britânica concebeu uma aplicação que confere um endereço exato a cada local.

A tecnologia desenvolvida pela start-up What3Words colmata as lacunas dos sistemas clássicos de geolocalização.

“As coordenadas GPS misturam muitas vezes dois números. O pior que pode acontecer é uma pessoa encomendar uma pizza e o estafeta dirige-se para outro local sem saber que o endereço está errado. Por exemplo, o nosso escritório é aqui, no Index, Home, Raft. Mas, se escrevermos ‘Index Home Raft’, o GPS indica-me uma localidade na Austrália, um país onde o estafeta não poderá ir para entregar a pizza”, explicou Chris Sheldrick, presidente da empresa.

Vários países africanos tentaram mapear o território e criar nomes de rua e números para as habitações, mas, nem sempre se obtêm resultados satisfatórios. O Gana foi um dos países que tentou fazê-lo sem sucesso.

“Há vários casos, mesmo no mundo desenvolvido, onde o sistema de endereços não funciona bem. Se a pessoa está, por exemplo, num festival, e precisar de encontrar alguém, se o encontro é na praia ou num parque, e se a coordenada GPS não funciona, pode usar a aplicação ‘3words’ que o leva a todo o lado”, acrescentou o responsável.

Estima-se que, no mundo inteiro, existam quatro mil milhões de pessoas a viver em locais sem endereço. o que coloca problemas a vários níveis. Sem morada não é possível, por exemplo, aceder a um crédito bancário ou a todo um conjunto de serviços públicos.

Uma coisa é certa: a tecnologia ‘3words’ promete mudar radicalmente o quotidiano dos carteiros no mundo inteiro.