Última hora
This content is not available in your region

O robô que vem revolucionar o combate a incêndios florestais

O robô que vem revolucionar o combate a incêndios florestais
De  Luis Guita
Tamanho do texto Aa Aa

Empresa de Hong Kong criou um robô com tecnologia inovadora que pode detetar incêndios muito menores do que os sistemas de satélite, e dar o alerta.

Os incêndios florestais causam enormes prejuízos económicos e humanos. Mas, e se os incêndios florestais fossem cortados pela raiz?

É isso que, em Hong Kong, promete um robô equipado com a mais recente tecnologia

De acordo com os fabricantes Insight Robotics , este é o sistema de deteção de incêndios mais avançado que existe.

O fundador da Insight Robotics, Rex Sham, explica: “O robô tem duas câmaras. Uma é a câmara de imagem térmica e a outra é a câmara de luz visível. A câmara de imagem térmica capta 50 frames por segundo e nós usamos um algoritmo patenteado para analisar a presença de calor através da imagem. Verifica se o objeto quente na imagem é realmente um incêndio ou apenas um objeto quente que está na floresta “.

Usando sensores térmicos de imagem e avançada tecnologia de visão artificial, o robô pode detetar incêndios em áreas pequenas, como, por exemplo, 2 metros por 1metro, dentro de um raio de cinco quilômetros; cobrindo cerca de 80 quilômetros quadrados de floresta e área de habitação. A empresa alega que é o primeiro robô, no mundo, que tem a capacidade de detectar um incêndio numa extensão tão vasta.

“Depois de detetar o fogo, fazemos a sua geo-localização usando um Sistema de Informação Geográfica. Identificamos a localização do fogo no mapa, para que os operacionais, os bombeiros, possam ver onde está o fogo e atacar,” explica Rex Sham.

A solução inclui uma plataforma de software do Sistema de Informação Geográfica, que alerta os centros de comando; o que lhes permite elaborar planos de combate a incêndios altamente eficientes, com base em informações em tempo real.