Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Casa B10 em Estugarda bate recordes de eficiência energética

Casa B10 em Estugarda bate recordes de eficiência energética
Tamanho do texto Aa Aa

A casa B10 no centro de Estugarda na Alemanha bate recordes de eficiência energética. Equipada com painéis fotovoltaicos, a estrutura produz o dobro da energia concebida.

O setor da construção é responsável por 30 por cento da procura de energia a nível mundial e por 20 por cento das emissões de gás com efeito de estufa. Para conseguirmos poupanças nos edifícios e reduzirmos o aquecimento global, temos de garantir que o setor da construção adote as melhores práticas.

A chave do sucesso reside numa aplicação informática.

“Para mim, os aspetos mais importantes são a interatividade e a inteligência do programa informático. Os materiais e a construção não são os elementos determinantes. O mais importante é o facto de a casa poder pensar e poder ajudar-nos a canalizar a energia numa determinada área”, afirmou Frank Heinlein, responsável do Instituto de Desenvolvimento Sustentável de Estugarda.

A energia produzida permite por exemplo, carregar as baterias de uma carro elétrico, alimentar o edifício de um museu situado na vizinhança e fornecer energia à rede pública.

A Organização Não Governamental (ONG) Global Buildings Performance Network afirma que a eficiência energética deve ser uma prioridade para o setor da construção.

“O setor da construção é responsável por 30 por cento da procura de energia a nível mundial e por 20 por cento das emissões de gás com efeito de estufa. Para conseguirmos poupanças nos edifícios e reduzirmos o aquecimento global, temos de garantir que o setor da construção adote as melhores práticas”, afirmou Peter Graham, diretor da ONG.

O projeto B10 baseia-se num conceito conhecido como “triplo zero”.
Ou seja, a casa não gasta energia, não polui e não produz lixo.