Última hora
This content is not available in your region

Colisionador de Hadrões do CERN em novo ciclo

Colisionador de Hadrões do CERN em novo ciclo
Tamanho do texto Aa Aa

O grande colisionador de Hadrões ou LHC, pela sigla em inglês, volta a estar operacional no CERN, a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear.

Os cientistas da instituição com sede na Suíça esperam que o colisionador esteja agora mais potente e rápido, permitindo novas descobertas no mundo da Física.

Dentro do acelerador, partículas com elevados níveis de energia circulam a uma velocidade próxima da velocidade da luz antes de entrar em colisão.

Num anel de 27 quilómetros, vários condutores associados a estruturas aceleradoras que aumentam a energia das partículas sofrem então o efeito da propulsão.

O objetivo é simples mas nem tanto: entender os constituintes da matéria, e os desenvolver os conceitos sobre a origem do universo.

A descoberta de partículas até agora desconhecidas poderia permitir que os fundamentos da física sejam totalmente reescritos.