Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

EUA reinscrevem Coreia do Norte na lista de países que patrocinam o terrorismo

EUA reinscrevem Coreia do Norte na lista de países que patrocinam o terrorismo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A administração de Donald Trump voltou a colocar a Coreia do Norte na “lista de Estados que patrocinam o terrorismo”.

Segundo o presidente dos Estados Unidos da América, o objetivo é aumentar a pressão sobre o regime de Kim Jon-un, contra o programa nuclear norte-coreano.

O chefe de Estado norte-americano afirmou que “esta designação permite aos Estados Unidos impor novas sanções e penalizações à Coreia do Norte e a pessoas relacionadas”, que irão ser anunciadas esta terça-feira pelo Departamento do Tesouro. Trump afirmou, ainda, que a designação vai apoiar “a campanha de pressão máxima” da Casa Branca “para isolar o regime assassino “.


A Coreia do Norte continua a desafiar as resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, persistindo com os planos para desenvolver um míssil nuclear de longo alcance com capacidade para atingir o continente americano.

Segundo o investigador da The Heritage Foundation, Bruce Klingner, a iniciativa de Trump “Vai, certamente, irritar a Coreia do Norte, mas é como dizer que não deveríamos prender o Al Capone porque o Sr. Capone ficaria zangado. É necessário impor a lei dos Estados Unidos, independentemente da reação dos perpetradores. Então, aumentará a pressão sobre a Coreia do Norte. “

Esta não é a primeira vez que a Coreia do Norte figura na lista de inimigos dos Estados Unidos. Pyongyang esteve na lista negra, de 1988 a 2008, devido a um alegado envolvimento num atentado à bomba contra um avião da Coreia do Sul, em 1987, que resultou na morte de 115 pessoas.