Última hora

Última hora

"Salvator Mundi" no Louvre de Abu Dhabi

Em leitura:

"Salvator Mundi" no Louvre de Abu Dhabi

"Salvator Mundi" no Louvre de Abu Dhabi
@ Copyright :
REUTERS/Peter Nicholls
Tamanho do texto Aa Aa

A partir de agora será preciso viajar até ao recém-inaugurado Louvre de Abu Dhabi para ver, ao vivo e a cores, o quadro "Salvator Mundi", de Leonardo Da Vinci.

O museu anunciou, esta quarta-feira, que a tela passará a estar exposta juntamente com as outras coleções.

Propriedade do oligarca russo Dmitry Rybolovlev, em novembro o quadro foi vendido pela leiloeira Christie's a um comprador anónimo. O valor foi subindo até atingir o recorde de 380 milhões de euros (450 milhões de dólares).

A pintura de 66 centímetros data de cerca de 1500 e mostra Cristo com vestes de estilo renascentista, a mão direita levantada em bênção e a mão esquerda em baixo a segurar uma esfera de cristal.

O museu não clarificou se a obra ficará exposta de forma permanente nem a identidade do comprador. Também não se sabe se se trata de uma doação, empréstimo ou venda.

De acordo com o jornal The New York Times, o vencedor do leilão foi o príncipe saudita Bader bin Abdullah bin Mohammed bin Farhan al-Saude não um consórcio de fundos de investimento como se julgava até agora.