Última hora

Última hora

Dia de São Valentim: No Iraque trocaram-se armas por rosas

Em leitura:

Dia de São Valentim: No Iraque trocaram-se armas por rosas

Dia de São Valentim: No Iraque trocaram-se armas por rosas
@ Copyright :
reuters
Tamanho do texto Aa Aa

O Dia de São Valentim, ou "Dia dos Namorados", é o dia oficial do amor. É comemorado em quase todo o mundo e no Iraque não é exceção. Pelos menos este ano, em que a cidade de Mosul já não está sob o regime do Estado Islâmico.

Este ano, os vendedores voltaram a sair à rua com flores, peluches e presentes exclusivos para o dia 14 de Fevereiro, neste que é uma data dedicada ao amor, mas, também, ao negócio.

O dia de São Valentim é dos dias que mais lucro gera em todo o ano. 

Mohammed Jamal Abed, comerciante da cidade de Mosul, no Iraque, fala de como em apenas um ano tudo mudou.

"Os militantes do Estado Islâmico proibiam isto tudo. Vender este tipo de coisas era proibido. Agora não é e as pessoas estão a viver e a celebrar a vida.", admite este comerciante. 

Outros propietários de lojas que vendem artigos do género, contam que durante o regime do Estado Islâmico tiveram de fechar as lojas, mas que isso não os impedia de vender objetos para o Dia de São Valentim. A diferença é que tinham de o fazer "às escondidas.".

São Valentim no resto do mundo

O Dia de São Valentim nem sempre é comemorado a 14 de Fevereiro. Por exemplo, no Brasil, o dia mais romântico do ano é a 12 de Junho.

Em alguns países, o dia dos namorados é o dia em que se fazem oferendas aos amigos, uma maneira de se celebrar a amizade.