Última hora

Última hora

Angolanos cruzam fronteira para estudar

Em leitura:

Angolanos cruzam fronteira para estudar

Angolanos cruzam fronteira para estudar
Tamanho do texto Aa Aa

O vaivém repete-se diariamente, em nome de um futuro mais promissor. Às primeiras horas da manhã centenas de crianças angolanas cruzam a fronteira de Santa Clara, em Namacunde, província do Cunene, para estudarem nas escolas da vizinha Namíbia.

São estudantes internacionais mas estão praticamente em casa. É em Omafo, já do outro lado da fronteira, na província namibiana de Ohangwena, que os estudantes angolanos aprendem desde logo o inglês, como língua principal. As condições e o ensino são um argumento de peso que justifica o sacrifício das viagens diárias.

As autoridades angolanas dizem que o movimento inverso também se verifica.