Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Coreia do Norte rejeita desnuclearização "unilateral"

Coreia do Norte rejeita desnuclearização "unilateral"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte não está interessada numa cimeira com os Estados Unidos, se o encontro se reduzir à "exigência unilateral" do desarmamento nuclear.

A declaração foi feita pelo vice-ministro dos Negócios Estrangeiros de Pyongyang, poucas horas depois de ter cancelado uma reunião com os vizinhos da Coreia do Sul por causa das manobras militares conjuntas de Seul e Washington.

Na terça-feira, a porta-voz do Departamento de Estado norte-americano garantiu que não tinha recebido qualquer informação por parte do governo sul coreano sobre a interrupção dos exercícios militares nem sobre a suspensão do encontro entre Donald Trump e Kim Jong Un no próximo mês.

Entretanto, o Ministério da Defesa sul-coreano garantiu que os exercícios militares vão continuar apesar reação da Coreia do Norte e explica que se destinam a melhorar as habilidades dos pilotos e "não são exercícios de ataque".

Recorde-se que a histórica cimeira entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está marcada para 12 junho em Singapura mas agora pode estar ameaçada.

A Coreia do Norte comprometeu-se a acabar com os testes nucleares e a desmantelar as centrais em troca de apoio económico internacional mas agora Pyongyang garante que não vai participar numa negociação que coloque o país "a um canto".