Última hora

Última hora

Pastor norte-americano já deixou a Turquia a caminho dos EUA

Em leitura:

Pastor norte-americano já deixou a Turquia a caminho dos EUA

Pastor norte-americano já deixou a Turquia a caminho dos EUA
Tamanho do texto Aa Aa

O pastor norte-americano no centro de um conflito entre a Turquia e os Estados Unidos já deixou o país.

"A montanha pariu um rato. O meu cliente sofreu. Ele é uma vítima neste incidente"

Ismail Cem Halavur Advogado do pastor

Antes de chegar aos Estados Unidos, o pastor Andrew Brunson passará dois dias na Alemanha.

Após dois anos de detenção, um tribunal turco decidiu libertar o pastor norte-americano na sexta-feira alegando bom comportamento. Antes, o pastor havia sido condenado a três anos e um mês de prisão. Brunson era acusado de espionagem e terrorismo.

"Dizemos isso desde o início do caso. A montanha pariu um rato. O meu cliente sofreu. Ele é uma vítima neste incidente. A Turquia é outra vítima do caso. Não havia razão para que as relações entre os dois países fossem tão tensas. A decisão também mostra a situação. E, na verdade, não aceitamos a decisão. Vamos recorrer e usar todos os nossos direitos. Gostávamos que ele fosse julgado como um homem livre, fora da prisão, adiantou Ismail Cem Halavur, advogado do pastor.

Pouco depois de ser conhecida a decisão do tribunal, o presidente norte-americano disse numa mensagem publicada nas redes sociais que esperava que o pastor regressasse a casa em breve.

A imprensa noticiou a existência de um acordo entre os EUA e a Turquia para a libertação de Andrew Brunson, no entanto, o presidente Trump negou que tivesse havido qualquer acordo.