Última hora

Última hora

Khashoggi: Pompeo expressa "preocupação" dos EUA a Riade

Em leitura:

Khashoggi: Pompeo expressa "preocupação" dos EUA a Riade

Khashoggi: Pompeo expressa "preocupação" dos EUA a Riade
Tamanho do texto Aa Aa

O caso do jornalista dissidente Jamal Khashoggi dominou a visita do secretário de Estado norte-americano à Arábia Saudita. Mike Pompeo exprimiu ao rei Salman, ao princípe herdeiro e ao chefe da diplomacia saudita a "preocupação dos Estados Unidos pelo desaparecimento" de Khashoggi e agradeceu o compromisso de Riade com as investigações.

As autoridades turcas, que acreditam que o jornalista foi torturado e assassinado no consulado saudita em Istambul puderam finalmente, duas semanas depois do desaparecimento, entrar na representação diplomática e já anunciaram o alargamento das buscas à residência do cônsul saudita.

A correspondente da agência Reuters em Istambul, Emily Wither, diz que "a teoria de que [o interrogatório a Khashoggi] tinha sido registado pelo seu relógio Apple foi essencialmente descartada pelo peritos em tecnologia [...] e muitos afirmam agora que o mais provável é que a Turquia tivesse o consulado sob escuta e que terá sido assim que obteve uma gravação do que se passou no interior nesse dia".

Exilado nos Estados Unidos e crítico feroz do príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Khashoggi foi visto pela última vez com vida a 2 de Outubro, quando entrou no consulado saudita em Istambul. O caso provocou uma vaga de condenação internacional contra Riade.