Última hora

Última hora

Atos antissemitas registam forte aumento em França

Em leitura:

Atos antissemitas registam forte aumento em França

Atos antissemitas registam forte aumento em França
Tamanho do texto Aa Aa

Profanação de sepulturas ou negócios queimados são apenas alguns dos exemplos: os atos antissemitas em França registaram "um aumento de mais de 69% nos primeiros nove meses do ano".

A informação é avançada pelo próprio primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, num artigo publicado na sua página do Facebook dedicado aos 80 anos da terrível "Noite de Cristal", marcada por ataques sistemáticos contra a comunidade judaica na Alemanha, a 9 de novembro de 1938.

Depois de um ano recorde em 2015, os atos antissemitas tinham caído para menos de metade em 2016, prosseguindo a tendência de queda em 2017.

O ministro francês do Interior diz que este novo aumento se deve em parte ao reforço dos "meios" para que as vítimas "possam declarar" esses atos, mas o presidente do Conselho Representativo das Instituições Judaicas em França reclama medidas específicas para acabar com o que classifica de "um cancro que gangrena a sociedade".