Última hora

Última hora

"Breves de Bruxelas": Julgamento de jihadista, camionistas, Dragnea e Tintin

"Breves de Bruxelas": Julgamento de jihadista, camionistas, Dragnea e Tintin
Tamanho do texto Aa Aa

Já passaram quase cinco anos desde o ataque terrorista ao Museu Judaico, em Bruxelas, de que é suspeito o extremista islâmico francês Mehdi Nemmouche, que começou a ser julgado, quinta-feira, na capital belga, bem como um outro francês acusado de cumplicidade por ter fornecido as armas.

A porta-voz do museu, Chouna Lomponda, disse à euronews sentir-se particularmente emocionada: "É um dia muito emotivo, mas é também o dia em que podemos dizer que nos aproximamos da verdade, da justiça e da responsabilidade".

Este é o tema de abertura do programa "Breves de Bruxelas", que passa em revista a atualidade europeia diária. Em destaque estão, também, as seguintes notícias:

  • Camionistas da Bulgária organizaram um protesto, em Bruxelas, no qual participaram companheiros de outros países da Europa de leste. Em causa está uma reforma sobre transporte terrestre de mercadorias, exigindo que os motoristas façam pausas mensais no país de origem e que os seus salários sejam aumentados em consonância com os dos países estrangeiros onde as empresas operam.
  • O líder do Partido Social Democrata da Roménia apresentou queixa no Tribunal de Justiça da União Europeia contra o executivo europeu, que esteve na origem de uma investigação sobre maus uso de fundos comunitários. Liviu Dragnea recorre da condenação a três anos e meio de prisão por corrupção, pelo Supremo Tribunal da Roménia, que o impede de se recandidatar a primeiro-ministro.
  • As aventuras de Tintin nasceram há 90 anos, pela mão do cartonista belga Georges Remi, conhecido por Hergé. A primeira aventura do jornalista Tintin e do seu cão Milu, passada na União Soviética, foi publicada num suplemento juvenil de um jornal católico belga.