Última hora

Última hora

Greve às aulas de Greta Thunberg dá a volta ao mundo

Greve às aulas de Greta Thunberg dá a volta ao mundo
Tamanho do texto Aa Aa

"Estamos a faltar às aulas para vos dar uma lição". Foi um dos gritos de guerra dos milhares de estudantes que se manifestaram esta sexta-feira para exigir ação política contra as alterações climáticas, num cenário que se repetiu um pouco por todo o planeta.

De acordo com Greta Thunberg, a adolescente que deu início ao movimento, os protestos desta sexta-feira mobilizaram mais de um milhão de estudantes em 125 países.

Portugal não foi exceção e também se registam manifestações de estudantes um pouco por todo o país, de Lisboa à Covilhã, passando por Porto, Coimbra, Tomar ou Aveiro.

A greve às aulas de Greta Thunberg já deu a volta ao mundo e promete continuar, ou não estivesse a sueca de 16 anos de idade nomeada para o Prémio Nobel da Paz. A greve estudantil apenas coloca o dedo na ferida e revela o óbvio: o ser humano ainda tem muito que aprender.