Bruxelas apela ao início das negociações com a Macedónia do Norte

Bruxelas apela ao início das negociações com a Macedónia do Norte
Tamanho do texto Aa Aa

Há um ano, Skopje e Atenas assinaram o acordo de Prespa, que rebatizou a Antiga República Jugoslava da Macedónia como República da Macedónia do Norte. O acordo deveria abrir caminho para a adesão da Macedónia à União Europeia, mas um ano depois ainda não há data para o início das negociações.

"Temos de lembrar-nos do poder, da liderança, da coragem e dos passos importantes que foram tomados nos Balcãs Ocidentais e espero que os Estados-Membros se recordem disto e reconheçam estes passos em frente, especialmente nos próximos dias, em que há uma decisão importante a tomar sobre a abertura das negociações quer à Macedónia do Norte, quer à Albânia. E espero e acredito que isso deve ser feito o mais brevemente possível", afirmou a Alta Representante da União Europeia para a Política Externa, Federica Mogherini.

O Comissário Europeu para as Negociações de Alargamento, Johannes Han, apelou aos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia que aprovem o início das conversações o mais depressa possível. "Bem, ainda estamos a negociar. Só posso repetir o que já disse inúmeras vezes. O mais depressa possível. Eles fizeram tudo e não se trata apenas da Macedónia do Norte, onde todos merecem isso, mas também de dar um sinal claro a toda a região, se deve haver um relançamento das negociações, por exemplo, entre a Sérvia e o Kosovo. Eles precisam de ver que um investimento para encontrar um compromisso político é recompensado", disse Johannes Han.

O Comissário Europeu responsável pelas áreas da Política Europeia de Vizinhança e das Negociações de Alargamento considera que recompensar a Macedónia pela mudança de nome poderia servir de estímulo para a Sérvia aceitar concessões em relação ao Kosovo.