A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Mais violência em Hong Kong

Mais violência em Hong Kong
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Novos confrontos entre polícia e manifestantes em Hong Kong.

As chuvas intensas não foram suficientes para impedir os manifestantes anti-governo de regressarem às ruas no domingo.

Os protestos duram há 12 semanas e não há sinais de que estejam prestes a terminar.

A governadora do território chinês, Carrie Lam, apelou a negociações que contudo foram rejeitadas pelos manifestantes pró-democracia.

No sábado, pelo menos 29 manifestantes foram detidos pelas autoridades policiais que recorreram a gás lacrimogéneo e balas de borracha para dispersar as multidões.

Antes das manifestações de domingo, a polícia anunciou que iria lançar uma nova operação de dispersão nas ruas da cidade.