A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Economia global em "desaceleração sicronizada", diz Georgieva

Economia global em "desaceleração sicronizada", diz Georgieva
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A economia global está atravessar uma "desaceleração sincronizada", quem o disse foi a nova diretora-executiva do FMI, Kristalina Georgieva, durante o discurso de inauguração no cargo.

A euronews perguntou-lhe quão significativa é esta desaceleração.

Kristalina Georgieva, diretora-executiva do FMI: "No espaço de dois anos o mundo deslocou-se de uma escalada sincronizada, em outras palavras, crescimento acelerado, para uma desaceleração sincronizada. As nossas previsões para este ano e o próximo mostram que esta desaceleração já está a ter impacto na maioria do mundo elevando a redução do crescimento para 90% do PIB em termos mundiais".

Sasha Vakulina, euronews: "Para além das tensões comerciais, do protecionismo, o Brexit na Europa... Quais são as ameaças mais importantes? Qual será a próxima emergência?"

Kristalina Georgieva,FMI: "Se escolher apenas um fator a que devemos prestar atenção, então falo do risco das alterações climáticas. Sabemos como é que as economias podem ser afetadas de forma dramática pela força da natureza e temos que nos preparar para choques desse tipo no futuro".

Não perca a entrevista na euronews a partir desta quinta-feira, 10 de outubro.