Última hora
euronews_icons_loading
Cerca de 30 mortos em manifestações no Iraque

Manifestantes e forças de segurança entraram em confronto na capital iraquiana, Bagdad.

No espaço de 24 horas, as forças de segurança mataram 27 manifestantes antigovernamentais.

A violência aumenta na capital e no sul do país. As autoridades impuseram o recolher obrigatório na cidade de Najaf.

Os protestos são o desafio mais complexo enfrentado pela classe dominante xiita, que controla instituições estatais. desde a invasão liderada pelos EUA em 2003, que derrubou o governo sunita de Saddam Hussein.

Desde 1 de outubro, quando começaram os protestos, pelo menos 350 pessoas foram mortas pelas forças de segurança que usaram munição real, gás lacrimogêneo e granadas de "efeito moral" contra os manifestantes.