Última hora
This content is not available in your region

"Breves de Bruxelas": UE, África e trabalhos forçados

Eritreia
Eritreia   -  
Direitos de autor
Associated Press
Tamanho do texto Aa Aa

Nesta edição de "Breves de Bruxelas" falamos das denúncias de ativistas de direitos humanos que acusam a União Europeia de financiar projetos que envolvem trabalho forçado em África.

Em destaque está igualmente o pagamento dos salários em atraso aos novos eurodeputados catalães, Carles Puigdemont e Toni Comín. Terminamos com o anúncio do fim da participação do Reino Unido no programa de intercâmbio de estudantes Erasmus Mais.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.