Última hora
This content is not available in your region

Eurodeputados catalães vão receber salários em atraso

euronews_icons_loading
Puigdemont e Comín
Puigdemont e Comín   -   Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Os eurodeputados catalães Carles Puigdemont e Toni Comín terão os seus salários pagos retroativamente.

Cada eurodeputado poderá receber até 70 mil euros líquidos devidos desde julho do ano passado.

Esta decisão é uma consequência direta da decisão do Tribunal Europeu de Justiça que lhes atribuiu imunidade parlamentar a partir do dia em que foram anunciados os resultados das eleições europeias do ano passado.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.