Última hora
This content is not available in your region

"Breves de Bruxelas": Imunidade, carregador e violência doméstica

euronews_icons_loading
"Breves de Bruxelas": Imunidade, carregador e violência doméstica
Direitos de autor
AP LIONEL CIRONNEAU
Tamanho do texto Aa Aa

A imunidade de Carles Puigdemont e Tonin Comín enquanto eurodeputados é contestada pelo Supremo Tribunal de Justiça de Espanha, que já pediu a suspensão da mesma pelo facto de existirem mandados de detenção europeus contra os dois independentistas catalães.

Cabe ao presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, informar a câmara sobre a recepção do pedido espanhol, abrindo, formalmente, o procedimento de análise.

Este é o tema em destaque no programa, que também aborda as seguintes notícias breves:

  • O Parlamento Europeu propõe que a indústria de telecomunicações adote um carregador universal que possa ser utilizado em todos os modelos de telemóvel. No debate em sessão plenária, segunda-feira, os eurodeputados mostraram-se céticos sobre a adesão voluntária dos operadores e poderão pedir à Comissão Europeia para criar uma norma vinculativa.
  • O Conselho da Europa criticou o governo de Itália por falta de ação para combater a violência contra as mulheres. Um relatório especial pede a expansão urgente dos serviços de apoio às vítimas, nomeadamente nos casos de violência sexual. Os autores do texto também criticam o facto do conceito de igualdade de género não ser promovido ativamente por parte das autoridades.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.