Última hora
This content is not available in your region

Eurodeputada húngara voluntaria-se como médica

euronews_icons_loading
Eurodeputada húngara voluntaria-se como médica
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

O chamado bairro europeu em Bruxelas está vazio, sem os habituais frequentadores das instituições da União Europeia, e a euronews conversou com uma eurodeputada confinada a teletrabalho na cidade belga.

"Trabalho com o computador pessoal na sala, em companhia da minha cadela Kyra, e tenho uma varanda. Este é um ambiente aconchegante para trabalhar, mas estou ansiosa que esta doença acabe e o Parlamento Europeu possa voltar ao trabalho normal", disse Katalin Cseh, eurodeputada liberal húngara, de 31 anos, que chegou ao parlamento no ano passado.

Cseh é conhecida em Bruxelas pelos seus discursos apaixonados contra o governo eurocético de Viktor Orban. Com formação em ginecologia, em breve vai regressar à Hungria, como voluntária num hospital.

"A autoridade de saúde húngara pediu voluntários porque precisam de toda a ajuda pos sível. Procuram pessoas com formação e experiência em cuidados de saúde e vão colocar-nos no local onde a nossa ajuda é mais necessária. Estou muito disponível para fazer o que quer que seja que me peçam porque em tempos difíceis, temos realmente que pôr de parte os diferendos e trabalhar todos em prol do bem comum", disse a eurodeputada.

No início da pandemia, o Parlamento Europeu começou por cancelar eventos especiais, mas depois optou por encerrar e colocar em teletrabalho os 705 eurodeputados e milhares de funcionários.