Última hora
This content is not available in your region

Portugal aposta no turismo "Safe & Clean"

euronews_icons_loading
Portugal aposta no turismo "Safe & Clean"
Direitos de autor  Eurovisão
Tamanho do texto Aa Aa

Para tentar atrair turistas, numa altura em que não está ainda controlada a pandemia de Covid-19, mas em que se começam a levantar restrições, Portugal aposta no selo "Estabelecimento Safe & Clean".

Uma distinção atribuída pelo Turismo de Portugal que, em coordenação com as entidades competentes, realizará "auditorias aleatórias aos estabelecimentos" para garantir que eles são, de facto, limpos e seguros.

Para conseguir este distintivo é preciso cumprir as recomendações da Direção-Geral da Saúde que têm como objetivo evitar a contaminação dos espaços com o novo coronavírus. Esta foi a forma encontrada para transmitir segurança aos viajantes.

O selo é gratuito, tem a validade de um ano e pode ser pedido online. Mais de 3000 empresas portuguesas, maioritariamente, de animação turística e empreendimentos turísticos já aderiram à iniciativa.

Em 2019 Portugal recebeu 23,6 milhões de visitantes, um aumento de 107% em relação a 2009, diz a SiteMinder, à qual estão ligados os principais sites internacionais de reservas online, mas prevê-se uma quebra substancial no Turismo este ano, e não apenas em Portugal, devido à pandemia. Por isso mesmo o primeiro-ministro António Costa apelou a que os portugueses façam férias no país, numa espécie de regresso do slogan, "vá para fora cá dentro", lançado em 1995 pelo ministério do Comércio e do Turismo.