Última hora
This content is not available in your region

Acidente aéreo no Paquistão causa dezenas de mortos

euronews_icons_loading
Acidente aéreo no Paquistão causa dezenas de mortos
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Um aparelho Airbus A320 das Linhas Aéreas Internacionais do Paquistão (PIA), despenhou-se esta quinta-feira num subúrbio densamente povoado da cidade de Carachi, a cidade mais densamente povoada do Paquistão.

O aparelho transportava um total de 98 passageiros e tripulação efetuando a ligação entre Lahore no norte do país e a cidade portuária de Carachi.

Testemunhas afirmam que o aparelho tentou aterrar duas ou três vezes.

Antes do desastre, o piloto comunicou com a torre de controlo e disse que havia perdido potência nos motores.

"Subi ao telhado de minha casa e vi muito fumo no céu. Corri para o local e vi os destroços da cabina com o corpo do piloto no interior. Soubemos que o avião não conseguiu aterrar e despenhou-se aqui", afirmou Allah Tawakal, uma testemunha do incidente.

"Ouvimos um enorme estrondo como se algo tivesse caído do céu. Não parecia o barulho que um avião faz ao despenhar-se. O estrondo aprecia um terramoto, como se uma parede ou tanque de água tivesse ruído. Quando subimos ao telhado vimos fumo por todo o lado", adiantou Tahir Hussain, outra testemunha e também engenheiro aeronáutico da PIA.

Funcionários dizem que há pelo menos dois sobreviventes.

Pelo menos cinco casas foram destruídas. Aqui, o número de vítimas final ainda não é conhecido.

O primeiro-ministro do Paquistão, Imran Khan afirma estar "chocado e triste..." e prometeu uma investigação imediata.

O acidente ocorreu poucos dias depois do país ter autorizado vôos comerciais domésticos após o fim do confinamento.

Muitos paquistaneses estavam a caminho de casa para celebrarem em família o fim do Ramadão.