Última hora
euronews_icons_loading
Crise humanitária no sul da Ásia por causa das inundações

Os aldeões no distrito de Munshiganj, na região central do Bangladesh, estão a debater-se com inundações que inundaram as suas casas e terras agrícolas.

Segundo a estimativa das organizações de ajuda humanitária, mais de 9,6 milhões de pessoas, em toda a Ásia do Sul, foram afetadas por graves inundações, com centenas de milhares de pessoas a lutarem para obter alimentos e medicamentos.

A Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, (IFRC) revela que 550 pessoas morreram na Índia, Bangladesh e Nepal, enquanto milhões foram deslocadas das suas casas desde que as cheias começaram no mês passado.

A organização alertou para uma crise humanitária, dizendo que perto de um terço do Bangladesh já foi inundado, esperando-se mais inundações nas próximas semanas. No Bangladesh, os peritos dizem que a monção deste ano vai durar mais tempo do que o habitual, pois espera-se que mais águas venham a correr a montante, provenientes da Índia, que partilha 53 rios comuns com o Bangladesh.