Última hora
This content is not available in your region

Cientista portuguesa desafia os mistérios de Vénus

euronews_icons_loading
Clara Sousa-Silva em entrevista
Clara Sousa-Silva em entrevista   -   Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Chamam-lhe a estrela da manhã, estrela da tarde ou estrela do pastor.

O Planeta Vénus é, tal como Marte, um dos nossos vizinhos no sistema solar. É um dos astros conhecidos da humanidade há mais tempo e também um daqueles que mais intrigaram os cientistas. Sobretudo, em redor de uma questão: Poderá este planeta, tão próximo de nós e ao mesmo tempo tão desconhecido, albergar vida?

Há poucos dias, foi dado um passo de gigante: Um grupo de cientistas, de várias universidades em todo o mundo, publicou um artigo que dá conta da descoberta de fosfina, um gás habitualmente produzido por organismos vivos, em Vénus. Foi uma descoberta fruto do trabalho de vários anos.

O estudo foi coordenado pela professora Jane Greaves, da Universidade de Cardiff, mas aquela que é provavelmente a peça fulcral neste puzzle foi trazida por uma portuguesa: Clara Sousa-Silva trabalha para o Massachussets Institute of Technology (MIT). Neste grupo, teve a missão específica de investigar a fosfina, que acabou por se revelar o elemento-chave.

Veja aqui, na íntegra, a entrevista com esta cientista portuguesa.