Última hora
This content is not available in your region

Recolher obrigatório e confinamentos por toda a Europa

euronews_icons_loading
Recolher obrigatório e confinamentos por toda a Europa
Direitos de autor  Luca Bruno/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Com a barreira sombria de um milhão de casos de infeções pelo novo coronavírus a ter sido largamente ultrapassada no Reino Unido e em Itália, anunciam-se mais medidas restritivas.

Inglaterra

O governo de Londres está a prever um plano de transporte dos estudantes de forma a levá-los todos para casa no Natal. Haverá datas fixadas para as viagens e os jovens serão testados duas vezes antes de se juntarem às famílias.

O início do ano escolar coincidiu com um forte aumento do número de infeções em Inglaterra.

Itália

Em Itália, o número crescente de casos, nesta segunda vaga da pandemia está a forçar o governo a inovar nas decisões. Hotéis estão a ser transformados em espaços de acolhimentos de doentes Covid-19. O Sheraton Parco de Medici foi equipado com cilindros de oxigénio e outros equipamentos médicos e já começou a receber doentes.

Enquanto isto, os médicos pedem um novo confinamento nacional.

Hungria

A Hungria anunciou um pacote de medidas restritivas para reduzir o número de infeções. Todo o comércio encerra às 19 horas, os restaurantes só funcionam com take away, os alunos do secundário e universidades passam a ter aulas online, os ajuntamentos familiares estão limitados a 10 pessoas e há recolher obrigatório durante a noite.

São medidas duras, à semelhança do que acontece um pouco por toda a Europa, que os húngaros encaram como um mal necessário.

Krisztián Vereczkei, um enfermeiro paramédico, afirma: "Do meu ponto de vista, estas medidas rigorosas já deveriam ter sido tomadas durante a primeira vaga da epidemia e então talvez não estivéssemos agora nesta situação".

Judit Pens, pensionista, congratula-se com o "rigor" no combate à pandemia: "Sinto que estamos a ficar mais rigorosos passo a passo e o mundo inteiro está a ficar mais rigoroso, não só nós, mas toda a gente. Porque isto é um perigo para a vida. Isto não é uma gripe, é mais do que isso."

Grécia

A Grécia, que está em confinamento desde sábado, vai impor também recolher obrigatório durante a noite. Já a partir desta sexta-feira, é proibido circular na via pública entre as 21 horas e as 5 horas da manhã.