Última hora
euronews_icons_loading
2021 encontra ruas e praças da Europa vazias

Os Campos Elísios estavam desertos à chegada de 2021. A Torre Eiffel engalanou-se, mas só pode ser observada através da televisão, devido ao confinamento imposto pelo governo.

O mesmo aconteceu em Roma, onde houve fogo-de-artifício à meia-noite, sem público.

Para evitar multidões, a capital italiana decidiu assinalar a passagem do ano com um evento cultural ao vivo com atuações musicais e instalações de arte contemporânea em alguns dos locais mais emblemáticos da cidade, incluindo uma enorme fogueira no Circus Maximus.

Até o Papa Francisco alterou a sua tradição de Ano Novo, renunciando à sua típica visita de 31 de dezembro ao presépio do Vaticano na Praça de S. Pedro.

Em Madrid, os sinos da Puerta del Sol tocaram as badaladas, sob um monumental fogo-de-artifício, mas na assistência estavam apenas as forças de segurança e os músicos e técnicos do concerto de Maryan Frutos e Nacho Cano. Um concerto em homenagem às pessoas afetadas pela pandemia do coronavírus. O governo regional de Madrid proibiu pela primeira vez na sua história as celebrações da passagem de ano na Puerta del Sol devido à pandemia de Covid-19.

Mais vídeos No Comment