Última hora
euronews_icons_loading
Rose Hsu, de 60 anos, durante o campeonato de dança em cadeira de rodas em Nova Taipé

Rose Hsu, de 60 anos e pertencente à última geração de sobreviventes de poliomielite em Taiwan, fez parte das dezenas de dançarinos, no último fim de semana, em mais uma edição do Campeonato de Dança em Cadeira de Rodas da pequena nação insular de soberania reclamada pela China.

Diversos competidores oriundos de toda a ilha juntaram-se no último fim de semana em Nova Taipé, para a "She-Fu Cup". A competição envolveu pares combinados (um sem cadeira de rodas) e equipas de dança e dividiu-se por várias categorias, incluindo para menores de 18 anos.

As inscrições incluíam, além de locais, também dançarinos oriundos da Coreia e das Filipinas.

A dança em cadeira de rodas é uma modalidade desenvolvida na Suécia em 1968, como atividade recreativa e de reabilitação. A primeira competição surgiu neste país nórdico 10 anos depois, cresceu e o primeiro mundial foi organizado no Japão em 1998, com Taiwan a organizar o primeiro campeonato exclusivamente asiático em 2016.