Última hora
euronews_icons_loading
Pacaya, o vulcão que produz lava, cinzas e pizas

Primeiro a massa, depois o molho de tomate, queijo em abundância e carnes variadas. Os ingredientes com que David Garcia faz uma piza podem até ser comuns, mas o método de confeção usado é raro, se não mesmo único.

Numa cozinha improvisada entre rochas vulcânicas, Garcia coloca a iguaria num tabuleiro que suporta altas temperaturas e leva-a a cozinhar num forno bastante fora do normal: um extenso rio de lava ardente que corre do vulcão Pacaya, no sul da Guatemala.

Protegido da cabeça aos pés, para evitar queimaduras, o contabilista de 34 anos, agora pizaiolo, faz da produção de "pizas vulcânicas" um modo de vida. A ideia surgiu-lhe em 2013, mas só há três anos é que o empresário começou a fazer pizas aproveitando a atividade do vulcão como fonte de calor.

No início, confessa, não tinha muita procura. Mas desde que as redes sociais o tornaram famoso, a sua sorte mudou.

O Pacaya tem 2.552 metros de altura e fica a cerca de 50 km a sul da Cidade da Guatemala. Desde que a atividade eruptiva começou, em fevereiro, produzindo explosões, chuva de cinzas e rios de lava, as autoridades locais colocaram as aldeias vizinhas em alerta.