euronews_icons_loading
Ucrânia inaugura sinagoga por vítimas do Holocausto

Na Ucrânia foi inaugurada uma sinagoga simbólica no local comemorativo das vítimas de Babyn Yar, um dos maiores massacres de judeus durante o Holocausto nazi.

O primeiro-ministro ucraniano, Denys Shmyhal, e o rabino chefe de Kiev, Jonathan Benyamin Markovitch, participaram na cerimónia, que contou também com a presença do público, dos meios de comunicação social e de representantes de organizações não-governamentais.

No massacre de Babyn Yar terá sido dizimada uma população de cerca de 1,5 milhões de judeus. A abertura da sinagoga coincide com o 80º aniversário do genocídio e é a primeira nova sinagoga de Kiev construída desde a independência da Ucrânia, em 1991.

Mais de 33.000 judeus foram executados a 29 e 30 de setembro de 1941 na capital ucraniana, no que muitos historiadores chamam o maior banho de sangue único do Holocausto.