Última hora
This content is not available in your region

Hungria proíbe "promoção" da homossexualidade

De  Euronews com Lusa
euronews_icons_loading
Hungria proíbe "promoção" da homossexualidade
Direitos de autor  Szilard Koszticsak/MTVA - Media Service Support and Asset Management Fund
Tamanho do texto Aa Aa

A Hungria aprovou esta terça-feira a lei que proíbe a “representação” da homossexualidade e da transexualidade em espaços públicos, junto dos menores de 18 anos.

A nova lei foi aprovada por 157 deputados, incluindo os do partido no poder, apesar da contestação dos últimos dias.Quase todos os partidos da oposição boicotaram a votação da lei.

Segundo os meios de comunicação locais, a partir de agora, os menores não podem ver filmes como “Bridget Jones” ou “Harry Potter”, onde a homossexualidade é mencionada.

A legislação, que faz parte de um conjunto de medidas de proteção de menores para combater a pedofilia, inclui a criação de um banco de dados de pessoas condenadas acessível ao público ou o seu afastamento de certas profissões.

A Hungria já tinha proibido, em dezembro do ano passado, a adoção de crianças por casais do mesmo sexo e interditado o registo civil de mudanças de sexo.

Esta segunda-feira, cerca de 5 mil pessoas participaram na manifestação organizada pela Amnistia Internacional contra a nova lei.

Em comunicado, a organização humanitária disse que os deputados húngaros “estão a brincar com a vida das pessoas à conta de campanhas políticas cruéis”.