Última hora
euronews_icons_loading
Jovem invisual pratica skate em Tóquio

T-shirt folgada, calças descaídas, boné de basebol, Ryusei Ouchi tem todos os adereços habituais de um praticante de skate de rua. Mas tem algo mais: uma bengala.

O jovem de 21 anos, conhecido como Jido, perdeu 95% da visão devido a uma condição chamada retinite pigmentosa. Mas isso não o impediu de patinar, nem de seguir o desporto que estreou nos Jogos Olímpicos de Tóquio esta semana.

Ouchi é um frequentador habitual de um parque de skate em Tokorozawa, a norte de Tóquio, onde realiza os treinos com confiança.

Começou a andar de skate na adolescência, quando um amigo se ofereceu para o deixar experimentar a sua prancha e nunca mais parou. Diz que ficou viciado e que tem como objetivo fazer do blind-skateboarding [skate de rua para invisuais] um desporto paraolímpico.