Última hora
This content is not available in your region

Futebolistas afegãs refugiadas são surpreendidas em Lisboa

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques com AP
euronews_icons_loading
Farkhunda Muhtaj diante das jovens futebolistas junto à Torre de Belém
Farkhunda Muhtaj diante das jovens futebolistas junto à Torre de Belém   -   Direitos de autor  AP Photo/Ana Brígida
Tamanho do texto Aa Aa

Largaram tudo no Afeganistão e encontraram proteção em Portugal. A equipa de futebol da seleção feminina afegã de esperanças está em Lisboa há uma semana e esta quarta-feira foi surpreendida por uma visita especial.

Farkhunda Muhtaj é capitã da seleção sénior feminina do Afeganistão, reside no Canadá, onde trabalha como professora, e foi uma das pessoas envolvidas na complexa operação de resgate que levou a equipa de esperanças femininas do futebol afegão a fugir dos talibãs e a refugiar-se em Portugal.

A surpresa ficou expressa na cara de muitas das jovens futebolistas com quem Farkhunda Muhtaj apenas vinha comunicando, via Internet, pela plataforma de videoconferência Zoom.

"Elas dedicaram-se tanto. Foram tão resilientes e vê-las, finalmente, em pessoa foi emocionante porque sabia o que elas tinham passado. Estou tão orgulhosa. Elas merecem isto e vão ter aqui uma fantástico futuro", perspetivou Farkhunda Muhtaj.

AP Photo/Ana Brígida
Jogadoras da equipa de esperanças afegã tiram uma "selfie" em LisboaAP Photo/Ana Brígida

A satisfação das jovens futebolistas, com idades entre os 14 e os 19 anos, é notória nos sorrisos. Numa semana, o grupo mostra estar a ambientar-se bem e algumas das futebolistas até já arriscam algumas palavras em português como a saudação "Bom dia, olá, como estás" ou a mundialmente famosa "obrigado".

A capitã sénior acrescentou que as jovens futebolistas "também estão agradecidas por estarem na nação de Cristiano Ronaldo. "Por estarem em Portugal, elas desejam ainda poder tornar-se num exemplo feminino positivo e ter impacto no Afeganistão, na afirmação e na defesa de outras mulheres", revelou Farkhunda Muhtaj.

A capitã da seleção afegã elogiou ainda Portugal como "uma nação fantástica": "Pelo impacto que tem na vida de tantas jovens, por nos apoiar de tantas maneiras e por concederem asilo a estas mulheres. Sem vocês, nada disto seria possível", disse, dirigindo-se aos portugueses.

Com as futebolistas vieram também alguns familiares, num total de 80 cidadãos afegãos, acolhidos, para já, em Lisboa, com o apoio do governo português.

Sebire é mãe de duas das jovens futebolistas afegãs acolhidas em Lisboa e garantiu estar "muito feliz por ter vindo para Portugal".

"O meu futuro e o das minhas filhas vai ser excelente. Pelo futebol e pelas minhas irmãs, estou muito feliz por estar em Portugal", reforçou Sebire.

A capitã teve ainda mais uma palavra especial para o país de acolhimento: "Vocês são os nossos heróis e vão estar para sempre nos nossos corações. Obrigada, Portugal."

E agora é altura de as jovens voltarem aos relvados. Esta quinta-feira, a equipa de esperanças afegã tem marcado o regresso aos relvados de futebol.

Outras fontes • Observador