euronews_icons_loading
A "sopa escaldante" do vulcão Cumbre Vieja

O vulcão Cumpre Vieja, ativo na ilha de Palma desde 19 de setembro, já afetou 866,1 hectares com a lava expelida por diversos rios, que acabaram por destruir 2.185 edifícios e mais de 62 quilómetros de estradas, estima o serviço do sistema de satélites europeus Copernicus.

Os rios de lava continuam a avançar, em especial um deles, rumo ao mar. As imagens do magma em movimento fazem lembrar uma sopa incandescente, que escorre sem travão.

Entretanto, os cães que ficaram encurralados em tanques cercados pela lava e que estavam a ser alimentados através de drones já terão sido resgatados por uma misteriosa "equipa A".

Com uma operação em curso para os tentar resgatar com recursos a um drone equipado com redes especiais, os animais deixaram de ser localizados pelos responsáveis da operação, mas esta quinta-feira surgiu num dos tanques onde estavam os cachorros um lençol com uma frase escrita: "Força La Palma. Os cães estão bem. A Team".

Apesar de tudo, ainda não há qualquer informação mais precisa sobre a situação dos cachorros, que seriam pelo menos quatro e estavam com claros sinais de desidratação e mal nutrição após semanas isolados pela lava.