euronews_icons_loading
Bloqueio de estradas no Equador no segundo dia de greve nacional

As principais estradas de, pelo menos dez províncias do Equador, permaneceram bloqueadas na quarta-feira, no segundo dia de uma greve nacional contra a subida dos preços dos combustíveis e as políticas económicas do Presidente do país, Guillermo Lasso.

Nalgumas zonas, a polícia tentou desimpedir as estradas, mas os manifestantes continuaram a levantar barricadas. Durante uma cerimónia militar, Lasso apelou ao diálogo e ao "benefício do país e não nos interesses pessoais, partidários ou sindicais".

As manifestações foram convocadas por sindicalistas, povos indígenas, agricultores e outros sectores sociais indignados com o aumento dos preços dos combustíveis. A gasolina normal subiu mais de 70% em pouco mais de um ano.