euronews_icons_loading
Exposição  hiper-realista impressiona em Lyon

Uma série de criaturas imóveis, réplicas perturbadoras da raça humana criadas pelos grandes artistas do movimento hiper-realista, esperam os visitantes num antigo armazém industrial em Lyon para uma exposição nunca antes vista em França.

Nuas ou vestidas, em pé, sentadas ou deitadas, famosas ou desconhecidas, as personagens da exposição itinerante "Ceci n'est pas un corps" instalaram-se esta semana no último andar da Sucrière depois de terem passado por Bilbau, Camberra, Roterdão, Liège e Bruxelas.

O objetivo da mostra é ilustrar as ramificações do movimento que surgiu nos Estados Unidos nos anos 60 como contraponto à arte abstrata, na esteira da Pop Art de Andy Warhol ou de pintores realistas como Edward Hopper.

A exposição fica em Lyon até 6 de junho, seguindo depois para Paris.