euronews_icons_loading
Protestos contra femicídios no México

Centenas de mulheres marcharam pelo centro da cidade do México e subúrbios no domingo, para protestarem contra o assassinato de uma mulher de 18 anos, na cidade de Monterrey. Exigem que a Procuradoria-Geral conduza uma investigação adequada sobre a morte. O corpo de Debanhi Escobar foi encontrado na quinta-feira numa cisterna de um motel, quase duas semanas depois do seu desaparecimento. Os manifestantes, principalmente mulheres, carregavam cartazes que diziam “Não ao assédio” e “México é uma vala comum” e tentavam chamar a atenção para as mulheres que foram mortas e para as que continuam desaparecidas.