This content is not available in your region
Segmento publicitário
‘Partner Content’ is used to describe brand content that is paid for and controlled by the advertiser rather than the Euronews editorial team. This content is produced by commercial departments and does not involve Euronews editorial staff or news journalists. The funding partner has control of the topics, content and final approval in collaboration with Euronews’ commercial production department.
Comarch

Como podem as empresas de cuidados de saúde beneficiar da IA e de infraestruturas TI com IBM POWER

© Comarch
© Comarch   -   Direitos de autor  euronews

COME SE APLICA A IA A SERVIÇOS MÉDICOS?

Não deverá constituir surpresa para ninguém o facto de o setor dos cuidados de saúde ser considerado uma das áreas mais prometedoras para a utilização de inteligência artificial. Obviamente, não estamos a falar de permitir que qualquer entidade definida por software e com uma consciência virtual controle os nossos serviços médicos. Ao invés, estamos a referir-nos a um grupo de sistemas avançados de TI que podem processar e analisar grandes quantidades de dados num ápice, apresentando depois resultados tão elaborados que uma pessoa levaria várias gerações a conseguir fazer o mesmo.

Graças a esses sistemas a que, no ambiente empresarial, chamamos agora "IA", deveremos conseguir em breve desenvolver fármacos que sejam mais eficazes, aumentar a precisão dos diagnósticos, criar melhor equipamento médico, aumentar o bem-estar dos pacientes e muito mais – tudo isso apenas porque sabemos que a IA consegue processar dados melhor do que alguma vez o conseguiremos. Por outras palavras, a IA pode ajudar-nos a encontrar algumas boas respostas em pouco tempo, e isso é um facto.

Tudo isto não é um conto de fadas. O que foi dito acima é concretizável. As empresas de cuidados de saúde apenas têm de perceber como conseguir capacidade computacional suficiente para esse tipo de operações de IA/ML, tão exigentes ao nível dos recursos.

euronews
© Comarcheuronews

PORQUÊ OPTAR POR PLATAFORMAS COM TECNOLOGIA IBM POWER?

Não é possível realizar operações de IA com muitos dados numa infraestrutura de TI normal, especialmente quando se trata de cuidados de saúde. Perante a perspetiva de lidar com volumes incríveis de dados, inúmeros problemas de cibersegurança e milhares e milhares de operações digitais por dia, percebe-se a necessidade de uma plataforma que garanta uma elevada disponibilidade de sistemas e aplicações, segurança de última geração e máxima fiabilidade. Assim, é necessário algo como uma solução do tipo IBM POWER. Porquê?

Comecemos pelo início. Os IBM Power Systems são uma família de servidores com base em microprocessadores de alto rendimento denominados POWER. O nome não é uma coincidência – Os IBM Power Systems estão entre as plataformas de TI mais potentes do mundo. Assim, algumas das empresas de maior dimensão do mercado que procedem a análise de dados e processos IA/ML utilizam estas plataformas.

Se aceder ao website da IBM, ficará a saber que oito dos 10 principais retalhistas, oito das 10 principais instituições bancárias e nove das 10 principais companhias de seguros utilizam infraestruturas de TI do tipo POWER. Estamos a falar de organizações e instituições muito importantes, que não se podem dar ao luxo de correr riscos e utilizar uma plataforma que talvez seja suficiente para as suas operações. Todas escolheram os IBM Power Systems porque sabem que são mais do que suficientes para um trabalho bem feito.

A NUVEM TAMBÉM PODE IMPULSIONAR A IA

euronews
© Comarcheuronews

Dito isto, a IBM e fornecedores como a Comarch estão agora a elevar os IBM Power Systems a um novo patamar, juntando à equação tecnologia de computação na nuvem. O resultado é, por exemplo, a Comarch PowerCloud, que permite aos utilizadores de IBM POWER Systems migrar as suas infraestruturas tradicionais de TI para a nuvem com um esforço mínimo. Mas esta não é a única razão pela qual este produto específico é cada vez mais procurado. Outra grande vantagem é o facto de utilizar um modelo de pagamento à medida do que é necessário. Assim, para além de permitir um melhor controlo do que gasta, também lhe permite reduzir os custos (de acordo com a Comarch, pode verificar-se uma redução até 30-40%).

Podíamos continuar a apresentar mais razões, mas provavelmente a mais importante (pelo menos no contexto deste artigo) é o facto de as soluções de tipo IBM POWER baseadas na nuvem, como o Comarch PowerCloud, poderem facultar uma potência de computação (mais do que) suficiente para começar a utilizar IA para melhorar todos os tipos de serviços médicos hoje mesmo.

Se estiver interessado em saber mais sobre os mais recentes serviços e produtos de TI baseados na tecnologia POWER da IBM e ver como os pode utilizar para realizar operações AI/ML e impulsionar a inovação no setor dos cuidados de saúde, leia o nosso ebook gratuito: "Why Healthcare Needs AI and IBM POWER-driven Platforms".