This content is not available in your region

Bebedouros de água nas ruas para reduzir uso garrafas de plástico no Dubai

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Bebedouros de água nas ruas para reduzir uso garrafas de plástico no Dubai
Direitos de autor  euronews   -   Credit: Dubai

O Dubai lançou várias iniciativas para reduzir a poluição causada pelas garrafas de plástico.

No âmbito do projeto Dubai Can, foram instalados dezenas de bebedouros em toda a cidade. A população é incentivada a trocar as garrafas de plástico descartável por recipientes reutilizáveis.

“Um dos principais fatores que tivemos em conta foi a condução da mudança: iniciar um processo para que as que as pessoas pudessem fazer pequenas coisas que colectivamente tivessem um grande impacto. Colaborámos com o setor privado para fazer algumas coisas. Nomeadamente, ao nível da criação da infraestrutura que permite oferecer soluções para substituir as garrafas de plástico, para que as pessoas compreendessem o impacto das suas ações. Criámos o movimento e tem sido uma bola de neve desde que começámos em fevereiro. Um dos aspetos em que nos estamos a concentrar para a próxima fase é a proibição de sacos de plástico no comércio a retalho. Prevemos a proibição total de todos os sacos de plástico no prazo de dois anos”, disse à euronews Yousuf Lootah, vice-presidente, do Dubai Sustainable Tourism.

Setor do turismo fixa metas para reduzir plástico

Mais de 500 empresas dos setores público e privado estabeleceram parcerias com a campanha lançada pelo Dubai. Várias companhias patrocinaram a construção de bebedouros, nomeadamente grupos hoteleiros internacionais.

“O Dubai percebeu há alguns anos que era necessário levar a sério a questão da sustentabilidade e os esforços para impulsionar ações para reduzir o plástico e promover opções recicláveis ou reutilizáveis a vários níveis. E esta iniciativa acabou por nascer. Para nós, foi interessante constatar, ao nível das metas muito importantes fixadas para a indústria hoteleira e do turismo, que a campanha não se destinava apenas às pessoas que residem no Dubai. Tendo em conta que o Dubai é um centro turístico muito importante a nível global, constátamos que havia muito plástico descartável em vários objetos como pentes ou escova de dentes. É uma loucura. Demo-nos conta de que a maioria desses acessórios era de plástico. Por isso, viramo-nos para outras soluções como madeira e outros materiais", contou Marc Descrozaille, responsável do grupo Accor.

Prevemos a proibição total de todos os sacos de plástico no prazo de dois anos.
Yousuf Lootah, vice-presidente do Dubai Sustainable Tourism

Tecnologia de ponta para produzir água potável

O Dubai aposta no uso de tecnologia de ponta em matéria de água potável. “Esta tecnologia tornou-se bastante eficiente. Permite converter a humidade do ar em água. Há sistemas, empresas e tecnologias capazes de produzir água a partir do ar rarefeito. Essa tecnologia tem vindo a ser implementada pelos nossos parceiros em vários locais", afirmou Yousuf Lootah.

Recolha de resíduos à porta dos residentes

Na área das sustentabilidade, o Dubai lançou ainda uma aplicação que permite solicitar gratuitamente a recolha de resíduos recicláveis. A iniciativa levada a cabo com um parceiro privado prevê a reciclagem de garrafas de plástico para produzir fibras de tecido utilizadas para almofadas.

“Constatámos que as pessoas nos Emirados Árabes Unidos estão muitos entusiasmadas com a reciclagem. Por isso, decidimos lançar a aplicação RECAPP que promove a transformação ecológica nos Emirados, que é um valor central da nossa empresa. A ideia é fornecer um serviço muito eficiente e fácil para recolher o material reciclável à porta de cada cidadão e residente nos Emirados. O que é importante para nós é desenvolver uma economia circular local. Isso significa que trabalhamos com um parceiro capaz de reciclar cada uma das categorias de resíduos que seleccionámos. E depois somos capazes de produzir novos objetos feitos com material reciclável”, contou Jérôme Viricel, diretor do projeto RECAPP by Veolia.

Estudos recentes revelam que 4 mil milhões de garrafas de plástico são consumidas anualmente nos Emirados Árabes Unidos.